Como a sua imagem reflete o seu trabalho?

Deixe seu comentário

Como a sua imagem reflete o seu trabalho? 2 Mais do que uma questão de vaidade a imagem pessoal cumpre um papel importante no desenvolvimento da carreira de empreendedores. Para o público você é a cara de sua marca, produto ou serviço. A percepção de sua imagem impacta diretamente na forma como sua mensagem é recebida e assimilada. Isso porque, segundo a psicologia, 93% da nossa comunicação ocorre de modo não verbal sendo influenciada pela nossa vestimenta, aparência, postura e gestual. Ou seja: o marketing pessoal é fundamental e influencia diretamente nos resultados que você irá alcançar. Se seu público não confiar em você, não confiarão em sua empresa.

Marketing pessoal e a autenticidade

Em um tempo não muito distante, a imposição de códigos de vestimenta prevalecia sobre os gostos e identidades pessoais. Se você queria transmitir seriedade e autoridade, teria obrigatoriamente que adotar vestimentas sociais no dia a dia, ou seja, a clássica combinação de terno e gravata para os homens. Hoje o mundo mudou. A valorização do individuo perante o coletivo e o crescimento de áreas não tradicionais como os setores de tecnologia e do próprio marketing romperam com esse paradigma. Mais do que personagens bem vestidos à busca dos consumidores é pela verdade transmitida na imagem pessoal de cada um. Falamos um pouco sobre isso no artigo sobre marketing do close certo, confira! É esse o foco que deve ser adotado em seu marketing pessoal: trazer sua essência à tona, estabelecendo uma comunicação clara e aberta com seus interlocutores, desde que a sua essência não demonstre opiniões ofensivas a nenhum grupo, pois isso representaria um “marketing negativo”. Quando a comunicação não verbal ocorre dessa forma seus discursos serão mais facilmente assimilados e as suas chances de sucesso aumentarão!

Seja você, mas tenha bom senso 

Você se sentiria a vontade caso fosse a um casamento, em que foi solicitado o uso de roupas sociais, trajando aquela bermuda confortável? E como acreditaria que seria recebido pelo restante dos convidados? Com olhares de aprovação ou desprezo? Por mais que o marketing pessoal na atualidade valorize as diferenças e especificidade de cada um é preciso ter bom senso diante de algumas situações. Obedecer ao “dress code” em alguns momentos não significa se anular, mas ter respeito pelo ambiente e demais presentes.

 Cuidando da imagem pessoal 

Agora que você entendeu a importância de cuidar de sua imagem e da valorização da sua verdade exposta em suas vestimentas, aparência e posturas, alguns passos ajudam a cumprir esse objetivo.
  • Em primeiro lugar: pratique o autoconhecimento. Você só conseguirá expressar sua identidade em seu visual se você se conhecer verdadeiramente.
  • O segundo passo: entender quais são seus objetivos com o marketing pessoal. É vender mais? Gerar autoridade em seu mercado? Melhorar sua autoestima?
Sem esse bom senso, ao invés de transmitir autenticidade você conseguirá o efeito contrário, como se forçasse um personagem que não te representa para o outro. Você é a cara do seu negócio. Atente-se ao marketing pessoal e a sua imagem, eles fazem a diferença nos seus resultados e a forma como é encarado pelo mercado. Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais! Ficou alguma dúvida? Deixe um comentário, nós vamos responder mais rápido que a Millenium Falcon! Que a força esteja com você! Postado por: Cento e Vinte | www.centoevinte.com.br

*Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ARTIGOS RELACIONADOS

Publicidade-nativa-glossário-120-marketing-digital-para-agência-de-marketing-digital-cento-e-vinte-marketing-digital-para-001

Publicidade Nativa

A publicidade nativa é uma estratégia de marketing visa disponibilizar material informativo que seja compatível com canal utilizado. A propaganda é paga e se encaixa

Growth-hacking-glossário-120-marketing-digital-para-agência-de-marketing-digital-cento-e-vinte-marketing-digital-para-001

Growth Hacking

O criador desse termo, Sean Ellis, diz que se trata do “marketing orientado a experimentos”. Para resumir, growth hacking são testes rápidos que acontecem no