O poder do Copywriting para Landing Page

Deixe seu comentário

O-poder-do-copywriting-para-landing-pages-marketing-digital-para-agencia-cento-e-vinte-marketing-digital-para-destaque-post04

Já vamos começar esse post com uma polêmica: o que separa uma boa Landing Page de uma LP que realmente converte visitas em vendas? 

Você pode pensar que é o diferencial está no design. Não nos leve a mal, isso sem dúvidas é importante, mas o verdadeiro poder por trás de sua LP está na forma como ela é escrita.

É aí que entra o Copywriting para Landing Page.

A redação da página pode ser o elemento decisivo quando alguém está decidindo se vai aceitar ou não a sua oferta. 

Para ter ideia, foi comprovado que adicionar um “porque” na frase pode aumentar o consentimento do leitor de 60% a 94%. Quando dizem que a palavra tem poder, não estão brincando.

Aliado a isso, temos uma estatística que mostra o poder da Landing Page: empresas com 30 ou mais Landing Pages geram 7x mais leads do que as que têm apenas 10.

  • Não tem ideia nem do que faz um copywriter e por que essa profissão é tão importante? Antes de continuar esse conteúdo, você precisa conhecer; falamos disso em outro conteúdo [confira aqui].

Entendendo isso, você vai querer saber como melhorar o seu Copywriting para Landing Page. Mas como fazer isso? É só continuar lendo que trazemos dicas essenciais para você usar o poder de escrita na sua página e se tornar mais atrativo!

Como fazer um bom Copywriting para Landing Page?

Para responder essa pergunta, primeiro é preciso entender o que você deseja que o copywriting para landing page realize. E para isso, se pergunte:

Qual é o objetivo principal da minha Landing Page? 

  • É oferecer uma oferta que ensina seu público sobre um tópico relacionado ao seu setor? 
  • É crescer focado em um nicho pensando em sua estratégia de segmentação de e-mail? 
  • Aumentar sua lista de leads e experimentar diferentes ofertas? 
  • Fazer com que o lead compre algo?

Não importa quais são seus objetivos, o copywriting para landing page deve ajudar o usuário a chegar mais perto de cumprir esse objetivo.

Então, antes de definir os seus objetivos, pense primeiro: o que meu usuário quer? Isso aumenta o tráfego em 210% e, consequentemente, sua conversão.

Além disso, criar um copywriting para o público e persona errada é apenas conteúdo gratuito e nada persuasivo. Sua Landing Page não vai dar resultados dessa maneira; nos desculpe a grosseria, mas precisamos ser verdadeiros com você.

Com isso em mente, vamos para a próxima etapa, que é entender os elementos obrigatórios de uma boa copy e os princípios. Confira!

5 princípios de uma boa Copy

1 – Ela deve ser clara 

Não se deve esperar que o visitante da sua landing page tenha que adivinhar qual é sua oferta. Se você faz dessa maneira, esquece tudo o que acha que sabe sobre o assunto e comece de novo.

Se você passa mais de uma opção para ele na Landing Page, você está fazendo uma homepage, então também precisa começar de novo e aprender de verdade sobre a diferença entre landing page e homepage.

É o papel da copy ser muito clara sobre qual é a oferta. Não pode haver dúvidas ou espaço para dupla interpretação.

2 – Ela deve ser concisa 

Uma Landing Page tem como princípio ter informações mais diretas para não dispersar a atenção do usuário e levá-lo a focar na ação desejada.

“Ah, mas eu tenho mais de uma campanha e quero colocar tudo lá dentro”

Primeira coisa: não tente cortar gastos numa LP; esqueça esse seu lado agora e pense no custo-benefício. Não é a nossa palavra contra seu pensamento, é estatística novamente:

Um Copywriting para Landing Page com diversas ofertas pode diminuir sua conversão em até 266%.

Então, foque em um objetivo de cada vez, um segmento, um público e um CTA claro. Depois disso, monte para cada campanha uma LP seguindo esse mesmo formato.

3 – Ela deve ser envolvente

A escrita deve ser atrativa, despertar o desejo e envolver quem lê, incentivando assim o visitante a dar o próximo passo e realizar a ação desejada. 

Existem métodos para isso, como: 

  • Encontrar um problema
  • Oferecer uma solução clara
  • Dê uma visão ao leitor do que ele pode esperar tomando essa ação

Mas não vamos nos adiantar; logo mais vamos falar rapidamente sobre isso. Aqui, basicamente, a intenção é fazer com que o usuário leia a próxima linha e seja induzido a tomar a decisão que você apresentou.

4 – Ela deve levar à ação 

O objetivo principal de uma landing é inspirar o público a agir. Muitas vezes, isso se resume ao quão forte é sua “chamada para ação” (CTA), que tem um grande impacto na taxa de conversão da sua página.

Como já falamos, não aproveite uma Landing Page para criar vários botões de CTAs com opções e objetivos diferentes, isso acaba atrapalhando muito a conversão.

Um Copywriting para Landing Page deve considerar apenas um tipo de ação, com o mesmo objetivo. 

Pode ser que você escolha textos diferentes em cada botão, considerando o que está falando no momento (o que faz sentido), mas a ação que o usuário precisa tomar deve ser clara e deve levar ao mesmo resultado que os outros botões da página.

5 – Ela deve ser memorável

Seu copy deve se destacar de outros concorrentes, deve ser a que fica na cabeça do visitante. Mas não se engane: não basta apenas escrever, é necessário muita pesquisa no início de tudo.

Veja sempre o que a concorrência está fazendo, e pense em como entregar uma melhor experiência ao usuário.

De acordo com uma pesquisa da Econsultancy User Experience Survey Report, mais de 95% das pessoas entrevistadas concordaram que uma boa experiência do usuário.

Aliás, se você já está fazendo marketing de conteúdo, deve saber que a experiência do usuário (conhecida como UX, User Experience) é um dos fatores de ranqueamento do Google para o próximo ano.

Como envolver o leitor no Copywriting para Landing Page

Tendo em mente que a escrita do Copywriting para Landing Page é fortemente focada em ajudar seu público a realizar uma ação desejada – seja comprar seu produto ou inscrever-se em sua lista de e-mail, por exemplo – é necessário se certificar de que isso está bem definido. 

E esse objetivo, junto com os elementos descritos anteriormente, facilitam para uma “fórmula” de uma copy envolvente – e que funciona!

Vamos conferir?

1 – Encontre um problema 

Você tem que entender o que aflige seu público, suas dores, o que os fez chegar até a sua página buscando essa solução, para poder conversar com ele de forma assertiva. 

Pense no que o seu próprio público tende a enfrentar. Que problemas os estão impedindo de aprender algo novo ou de melhorar sua vida? Anote todos os problemas que surgirem e coloque-os em ordem de prioridade com base no que você sabe sobre seu público-alvo ideal.

Uma ideia aqui é criar uma lista (pode ser no excel mesmo) com uma coluna de problemas do público e a outra coluna de soluções. Assim, para cada problema, você define uma solução.

Depois de saber quais problemas seu público tem, considere quais são seus principais pontos fracos. 

Que hábitos, padrões, crenças ou outros fatores estão contribuindo para o problema deles? O que os tem impedido de resolver o problema? Então é hora de compartilhar como seu público pode superar esses contratempos, sobre os quais falaremos a seguir. 

2 – Ofereça uma solução 

Agora que você já montou as colunas de problemas e soluções e já definiu as dores, está na hora de analisar realmente o que você deve pensar sobre qual é sua solução e por que ela é benéfica para seu público.

É sempre um processo de troca. Venda e relacionamento são sobre ajudar pessoas, lucros são recompensas. Agora que você já definiu no que essas pessoas precisam ser ajudadas, é a hora de oferecer a solução propriamente dita. 

Concentre-se em destacar os benefícios de sua oferta. O que essa solução ajudará seu público a realmente realizar? Em que difere de outras soluções que já existem em seu nicho ou setor? Essas perguntas nos levam à última etapa. 

3 – Comunique o resultado desejado 

Sua solução visa ajudar seu público a resolver um problema para que eles possam alcançar algo. E se você tem preconceito com vendas, achando que está enganando o cliente, pense logo:

Meu produto realmente ajuda as pessoas? Essas soluções são reais?

Se elas são e você não faz um copywriting para landing page por não gostar de persuasão, você na verdade está sendo apenas um grande egoísta, tirando as chances de alguém que realmente precisa da sua solução ter algo completo.

Então, entenda que manipulação é diferente de persuasão. Manipulação mente e engana para fazer alguém tomar uma atitude; a persuasão apenas guia pelo caminho certo e usa as técnicas para isso.

Uma das técnicas é mostrar quais cenários ele terá ao comprar seu produto / serviço. Quais mudanças isso trará para a vida desses usuários? Conte a verdade e veja como várias pessoas precisam realmente disso.

Isso é o que chamamos de resultado desejado e, muitas vezes, está relacionado à visão, aos sonhos e aos objetivos maiores de seu público para seus negócios ou vida.

Se você precisa de uma Landing Page de alta conversão…

Está no lugar certo. Aqui na Cento e Vinte, trabalhamos com Copywriting para Landing Page de alta conversão, com esses elementos básicos e muitos outros que usamos para realmente transformar visitantes em leads.

Já tem uma empresa, um site e precisa criar campanhas atrativas e de alta conversão? A Landing Page é essencial. Basta clicar no botão abaixo pra falar com nosso líder supremo e conferir os planos ideais para você.

[maxbutton id=”1″ text=”Quero uma LP de Alta Conversão” ]

P.S.: Se o seu lance é preço, apesar de a gente saber que cada um tem uma necessidade e que vendemos serviços personalizados para seus objetivos, deixamos essa página com valores por lá. É só conferir!

Publicado por Cento e Vinte

*Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ARTIGOS RELACIONADOS

Conheça-3-aplicativos-de-marketing-marketing-digital-para-agencia-de-marketing-digital-cento-e-vinte-marketing-digital-para-001

Conheça 3 aplicativos de marketing

Todos os setores da sua empresa são importantes, porém o marketing merece uma atenção especial, porque sem ele, as finanças da empresa começam a cair