Fique tranquilo, seu email está completamente SEGURO conosco.

O que é retargeting?

Cento e Vinte 26/02/2019 Nenhum comentário Atração
  • Compartilhe:

 

Por mais que exista uma urgência em se conquistar o cliente, o resultado nem sempre é imediato.

Em uma pesquisa intitulada Cenário do E-Commerce no Brasil, podemos ver que menos de 2% das visitas aos sites se convertem em compra logo de cara.

Muitas vezes a conversão não acontecerá de primeira, mas poderá ser garantida em uma segunda tentativa com a utilização das ferramentas certas, como o retargeting.

Neste artigo, explicaremos o conceito de retargeting, como ele se diferencia do remarketing e e como ele pode ajudar você a vender mais!

Mas, afinal, o que é retargeting?

Em marketing, chamamos de target (alvo, em inglês) o cliente ideal.

Dessa forma, retargeting pode ser definido como apontar mais uma vez em um alvo, ou seja, cliente em potencial, que já foi mirado.  

Por meio de cookies, é possível verificar os dados de navegação de uma pessoa que acessa o seu site.

Assim, quando esse cliente em potencial acessar outros sites, banners direcionados aos interesses dele serão exibidos.

Esses novos anúncios são voltados a convertê-lo e podem oferecer benefícios para que o prospect faça a compra.

Produtos semelhantes de menor valor e frete grátis são algumas ações de retargeting, de acordo com o que foi verificado pelos cookies.

Benefícios do retargeting

  • Maior possibilidade de conversão

Para exemplificar, podemos citar um produto que custava R$ 100,00 e o visitante eventualmente achou caro, mas em um retargeting, há um desconto e passa a custar R$ 80,00.

Isso pode levá-lo de volta ao site para que a compra seja concluída.

Ou seja, foi dada uma nova oportunidade de seu cliente estar em contato com seu produto ou serviço e a possibilidade de compra aumenta.

  • Memorização da marca

Conforme seu cliente vê, com frequência, seus produtos e anúncios associados a vantagens, sua marca acaba por ficar na cabeça dele por mais tempo.

Assim, quando ele for adquirir algo do mesmo segmento, ele certamente irá considerar seu produto, marca ou serviço.  

Retargeting e remarketing: entenda a diferença

Muitas vezes retargeting e remarketing são tomados como sinônimos, mas não são.

As diferenças são sutis e as duas ferramentas possuem objetivos em comum, o que pode gerar confusão.

A principal diferença tem a ver com o método usado para abordar novamente o cliente.

O retargeting usa, essencialmente, anúncios pagos em redes sociais e Google Ads.

Já o remarketing costuma utilizar mecanismos como e-mail para entrar em contato com o cliente, exigindo que ele já tenha algum relacionamento com a marca.

Portanto, para melhor os resultados, o ideal é que as duas estratégias sejam usadas em conjunto.

Para se ter ideia, um estudo realizado pelo Marketing Land em 2014 apontou que na América Latina a taxa de cliques de um anúncio de remarketing pode ser até 10x maior que de um anúncio voltado a novos usuários.

Cuidado com excessos

É preciso ter atenção na hora de colocar estratégias de remarketing e retargeting em ação. Quando usadas em excesso, corre-se o risco de se tornarem invasivas.

O cliente pode ficar com a sensação ou crença de que o seu site está monitorando todas as atividades dele.

E isso pode gerar o efeito oposto ao desejado.

Gostou deste artigo? Continue acompanhando nosso blog para ter acesso a mais dicas sobre marketing digital.

Que a força esteja com você!

Até a próxima!

Postado por Cento e Vinte | www.centoevinte.com.br