O que é Landing page e homepage: 10 características que os diferenciam

O-que-e-landingpage-e-homepage-10-caracteristicas-que-os-diferenciam-marketing-digital-para-agencia-cento-e-vinte-marketing-digital-para-002

Este artigo sobre o que é landing page e o que é homepage vai te ensinar lições valiosas, como:

  • quais as principais diferenças entre landing pages e homepages
  • qual tipo de site você precisa para alcançar seus objetivos
  • o que você precisa para criar uma landing page ou homepage.

… e outras informações essenciais sobre o assunto.

Toda empresa precisa do próprio lugar na internet e isso tem vários motivos. Como um empresário ambicioso, você pode, por exemplo, compartilhar informações básicas sobre a sua empresa para que todos te encontrem. Pode ser necessário vender produtos online ou até incentivar seus visitantes a agendar uma reunião para discutir os detalhes do seu serviço.

Mas para cada uma dessas finalidades (e tantas outras), é necessário um tipo de abordagem bem peculiar, com sites diferentes. Bom, a decisão é sua, mas vamos tentar tornar isso bem mais fácil. Confira as 10 principais características que diferenciam as landing pages e homepages:

  1. O que é Landing Page x homepage: principais diferenças
  2. Tipos de sites
  3. Número de páginas
  4. Objetivos
  5. Público-alvo
  6. O que é Landing Page x homepage: Funcionalidades
  7. Conteúdo
  8. Links
  9. O que é Landing Page x homepage: CTA
  10. O que é Landing Page x homepage: quando usar?
Este conteúdo sobre o que é landing page e homepage é um artigo adaptado. Se preferir, pode conferir o conteúdo original em Inglês no blog Landingi.

1. O que é landing page x homepage: principais diferenças

Para entender de verdade as diferenças entre o que é landing page ou homepage, vamos usar uma metáfora: criar um site significa levar as pessoas a visitá-lo para uma jornada – vamos chamá-lo de “jornada do cliente” em algum momento do conteúdo.

Nessa visão, a homepage (página inicial) se torna uma encruzilhada, enquanto a landing page (página de destino) é um determinado ponto em algum lugar no caminho para o destino. O jeito que isso se aplica ao site importa?

Geralmente, a homepage de uma empresa é um site abrangente, contendo várias ‘subpáginas’, links e ações disponíveis. Ela oferece aos usuários a oportunidade de contatar a equipe, aprender sobre missão e valores ou até mesmo comprar serviços / produtos. A página inicial serve como uma espécie de “sede” da empresa disponível para qualquer pessoa, conectando as páginas importantes em um só lugar (como o blog ou oferta, por exemplo).

Já a landing page é criada para redirecionar o tráfego de fontes específicas. O conteúdo de uma página de destino se concentra em um único objetivo: incentivar os visitantes a tomar uma ação definida anteriormente. Além disso, as páginas de destino são criadas também para campanhas de marketing e não como algo permanente no site.

Em determinadas situações, uma boa opção é levar os usuários a uma encruzilhada e deixá-los escolher o caminho sozinho. Assim, você vai permitir que os visitantes descubram o site no próprio ritmo.

Antes de decidir sobre qual é a melhor para investir agora, vamos nos aprofundar um pouco mais nas diferenças de o que é landing page x o que é homepage.

2. Tipos de sites

Nem toda homepage é igual; cada uma cumpre um propósito diferente e fornece informação diferente também. O mesmo acontece com as landing pages. Conheça alguns dos tipos mais populares de sites para aprender a diferenciá-los e escolher o que mais se encaixa nas suas estratégias.

Home page informativa

Esse tipo de site fornece as informações mais importantes sobre a sua empresa, como:

  • Dados de contato;
  • Declaração de missão e valores;
  • Produtos / Serviços;
  • Ofertas de recrutamento (se houver);
  • Eventos;
  • FAQ (Perguntas frequentes);
  • História da empresa, entre outros.

A homepage da Cento e Vinte, por exemplo, tem todas essas opções. Isso ajuda a tirar algumas das principais dúvidas dos leads (possíveis clientes), fazendo com que eles avancem as etapas da jornada de compra e entrem em contato já sabendo o que fazemos.

Um exemplo que incorporamos ultimamente e que tem sido muito bom é os resultados que geramos aos nossos clientes. Confira:

o que é landing page

 

Para entender a diferença que elementos como esses causam no seu público, imagine que você precisa de um serviço de Marketing, mas ainda está pesquisando nomes do mercado, viu o nosso site, mas ainda tem dúvidas se deve nos contratar…

Essas informações dentro da homepage já podem te mostrar se somos a melhor solução para a sua empresa e, com os resultados que geramos para outros clientes, saber se podemos trazer maiores oportunidades de negócio para sua empresa também.

Loja

Se a sua empresa vende produtos, é essencial criar uma loja virtual. É possível integrá-la com a homepage informativa ou pode simplesmente ignorar a homepage e substituir direto pela loja virtual também.

Alguns dos elementos mais importantes para investir em uma homepage de loja virtual são:

  • Checkout simples para que o cliente feche a compra mais rápido;
  • Ofertas do dia / semana;
  • Variedade de produtos ou produtos que queiram destacar para vendas;
  • Mais vendidos / mais populares para incentivar a compra (afinal, se a maioria gosta, é bem possível que o próximo usuário também goste);
  • Possibilidade de busca pelo produto – acredite, isso é necessário;
  • Informações para contato;
  • Ícones de redes sociais;
  • Possibilidade de conhecer suas informações institucionais (quem é a sua empresa).

Um grande exemplo de substituição da homepage informativa pela loja virtual é a Magazine Luiza:

homepage

Tem outro exemplo incrível sobre o uso de página inicial como e commerce (e é provável que você nem tenha pensado nesse), que é o Pão de Açúcar:

o que é landing page

Além dos elementos que falamos aqui, é possível adicionar outros que são essenciais para que a sua página inicial de e commerce comece a gerar mais vendas. 

P.S.: Talvez a gente faça um artigo sobre isso, então se você trabalha com ecommerce e precisa de ajuda, deixa um comentário e fazemos um conteúdo sobre o assunto.

Sites de notícias ou blog

Às vezes, você só quer compartilhar as notícias, experiências ou seus aprendizados com o mundo. Nesse caso, usar a homepage direto como área de conhecimento é a melhor ideia.

Para esse tipo de página inicial, não é preciso apostar em tantos elementos (dependendo do que você queira oferecer), mas é necessário ter as melhores notícias ou informações sempre para que o cliente se interesse por seus conteúdos e conheça sua empresa por lá primeiro – visto que essa é a primeira visão que ele vai ter do seu negócio.

Porém, aconselhamos a ter sempre um menu de navegação (na parte superior) e opções de institucional (na parte inferior) para que o cliente possa ir para a página que desejar e obter a informação que precisa antes de fechar um negócio.

Um exemplo de uso da homepage como blog / disseminador de notícias é o do B3. Confira:

homepage

O que é landing page de geração de leads

Essa landing page é feita especialmente para conseguir captar os dados dos visitantes e, posteriormente, transformá-los em clientes. Geralmente, ela é criada para enviar algum material gratuito ao lead e fazer com que ele entre no funil de marketing.

Uma ótima ideia de landing page para gerar leads é a da Mentalidade Empreendedora, que investiu em uma página de destino com um botão para receber gratuitamente o material e o lead consegue receber por e-mail, assim que deixa os dados. Dá uma olhada:

landing page

É importante ressaltar que para esse tipo de landing page gerar a conversão que você espera, é necessário investir em um bom conteúdo e um CTA (Chamada para Ação) mais claro e direto, mostrando exatamente o que o lead vai receber e o que ele precisa fazer para ‘ganhar’ isso.

Ao investir nesse tipo de landing page, o empreendedor pode escolher os dados que quer solicitar ao usuário e depois pode usá-los para enviar emails informativos ou gerar alguma ação desejada.

O que é landing page de clique

Essa daqui é muito boa e os afiliados e infoprodutores sabem bem do que estamos falando. A landing page como destino de clique é uma das mais vistas pelo mercado e é uma das mais importantes também quando se trata de fechar negócio na internet.

Esse tipo de página de destino é mais usada para converter; no popular da palavra: vender mesmo! E se você ama vendas (o que aconselhamos) e é engajado no assunto, é provável que já tenha ouvido falar no Ricardo Jordão. Como exemplo de o que é landing page de cliques, trouxemos um exemplo de “O Vendedor Rainmaker”; dá uma olhada! 

landing page

Nós poderíamos ressaltar aqui os elementos necessários para que a sua landing page de clique desse certo e convertesse mais, mas a principal é: conte com copywriters. O copywriting é essencial para que esse modelo de página converta mais.

Dicas bônus sobre o que é Landing Page e como usá-la: Estatísticas

Se conheceu o que é landing page e já considerou montar uma página de destino para fazer a empresa crescer, é provável que esteja se perguntando sobre a melhor Landing Page. Afinal, qual estilo converte mais? Só existem essas duas?

“Não” para as duas perguntas. Existem vários outros modelos de Landing Pages e podemos fazer um conteúdo sobre o assunto se quiser (é só deixar um comentário pedindo) e achamos um conteúdo bacana do Neil Patel sobre o assunto, que mostra informações importantes desse tema:

  • 62% das empresas B2B que usam landing pages tem 6 ou menos diferentes tipos de landing pages no total.

Mas isso significa que quanto menos, melhor? Pelo contrário. A HubSpot fez  uma análise com cerca de 7 mil empresas e descobriu que é possível ter um aumento em 55% dos leads ao aumentar o número de 10 para 15 diferentes landing pages, por exemplo. Além disso:

  • As empresas que entendem o que é landing page e possuem 40 delas (ou mais) ganham 12x mais leads se comparado com as que investem em 5 (ou menos).

Até agora você sabe um pouco mais sobre o que é landing page e homepage, conheceu alguns tipos de homepage e páginas de destino e também sabe que é importante investir em mais de um para aumentar os resultados.

Então, vamos nos aprofundar mais nas diferenças entre um e outro para que você entenda de vez o que é landing page.

3 – Número de páginas

Uma outra diferença entre o que é landing page x homepage é o número de páginas (ou subpáginas) que eles tem. Agora, fica muito mais fácil para tirar sua dúvida, já que as homepages têm 3 ou mais (geralmente são muitas) subpáginas. Dá uma olhada na nossa home de novo como exemplo:

homepage

As páginas iniciais dão diferentes oportunidades aos visitantes, para que eles se aventurem no site e descubram as páginas a partir dela (sempre tem o que descobrir, como: blog, área de membros, produtos, login, contato, sobre etc.).

Já as páginas de destino consistem, geralmente, em uma única página e uma página indexada de agradecimento; tudo bem simples porque não tem necessidade de fazer muito mais do que isso, a não ser que faça parte de um funil de vendas

Nesse caso, a página de destino pode avançar ainda mais os usuários, mas não ofereceria rotatórias ou bifurcações na estrada, apenas com uma linha simples e reta do ponto de partida até a linha de chegada (com paradas opcionais no caminho).

A diferença entre o que é landing page x homepage é complexida porque tem muito a ver com os objetivos com que elas foram criadas para atingir. Falando nisso, vamos nos aprofundar um pouquinho mais no tema? Passa pro próximo tópico!

4 – Objetivos

Todo site precisa ter seu objetivo – normalmente, é um objetivo para a landing page e vários para as homepages. Um site dos sonhos permite que os usuários façam os pedidos dos produtos e navegue pela oferta e também precisa ter informações valiosas, como:

  • Detalhes técnicos;
  • Tecnologias inovadoras usados na fabricação dos produtos;
  • Visão ambiental;
  • Boas descrições, que tenha riqueza de informações sobre os produtos, entre outros que sejam úteis aos seus leads.

Muitas empresas também carregam uma missão educacional e, para persegui-la, têm seus próprios blogs escritos ou mostram seus canais do YouTube com vídeos educacionais. Claro que tudo isso precisa funcionar de forma rápida e tranquila, independente da sobrecarga do site.

Mas vamos deixar claro: alcançar todos os objetivos ao mesmo tempo está longe de ser possível. O ideal é mergulhar nos objetivos mais eficazes, adequados para homepages e landing pages, para então você decidir qual precisa se concentrar primeiro; e é isso que vamos fazer agora:

Recebendo tráfego

Não é possível ter um site totalmente bem-sucedido sem ter um tráfego significativo. A maior quantidade de visitantes na homepage não garante conversões ou vendas, mas mesmo assim é necessária para obtê-los.

Algumas ideias para conseguir gerar esse tráfego é investir em conteúdos gratuitos com muita informação legal e na distribuição (como os anúncios pagos). No Marketing, chamamos de tráfego orgânico e tráfego pago. Só não esqueça de avaliar se está conseguindo atingir a meta – pode usar o Google Analytics ou algum similar.

Geração de leads

Coletar uma grande quantidade de leads de alta qualidade (conhecidos como ‘hotleads’), que são os dados de contato dos clientes em potencial, é uma meta típica para landing pages, mas também funciona em páginas iniciais.

A informação mais comum que você pode ter na geração de leads é o endereço de e-mail, mas esse é também um dos dados mais eficazes porque oferece a oportunidade de sempre estar em contato com o cliente em potencial.

Não, o e-mail marketing não morreu; pelo contrário. Dá uma lida neste artigo que você vai entender.

O processo de geração de leads é um dos pilares do Marketing Digital e comércio eletrônico, visto que é muito útil para construir uma base de clientes. E para conhecer o que é landing page x homepage e quais resultados eles dão, é necessário entender que um dos principais objetivos dos dois é a geração de leads.

Melhor classificação na pesquisa

Tentar melhorar o reconhecimento da sua marca pode trazer a atenção desejada à sua empresa; o mesmo acontece com uma classificação significativa nos mecanismos de busca. Claro que é um objetivo mais a longo prazo e não pode ser alcançado da noite pro dia, é preciso esforço e dedicação para usar as estratégias que funcionam.

Comece selecionando as palavras-chave mais eficientes e otimize o conteúdo da sua página inicial ou página de destino. Se esforce ainda mais na estratégia de backlink e post de convidados (guest post). E, claro, se certifique de verificar os resultados de vez em quando.

Engajamento do usuário

Criar um site é ainda mais difícil se não pensarmos em como deixá-lo atraente e engajador para os visitantes. E se for para pensar em design e conteúdo exclusivos, aí mesmo que complica.

Por mais que não seja fácil medir, melhorar o conteúdo do seu site vai aumentar o envolvimento dos usuários, sem dúvida alguma. E outra coisa que você pode fazer é acelerar o carregamento da landing page ou homepage, otimizando o tamanho da imagem e vídeo, reduzindo o número de elementos desnecessários, sessões extras etc.

Conversões

Depois de levar o seu site ao topo do ranqueamento, reunir os visitantes e conseguir a atenção deles, está na hora de ‘usá-lo’ para o seu benefício; torne a conversão um próximo passo natural para todos que visitarem o seu site.

Conseguir aumentar as conversões vai ser bem mais fácil nas landing pages, mas uma homepage feita com carinho e sabedoria também pode funcionar – dependendo do tipo de conversão que esteja esperando.

Aumento das vendas

Esse é muito popular, mas é um dos objetivos mais difíceis de alcançar. Até porque todas as empresas gostariam de ver um site influenciando positivamente nas vendas. Ou seja: trabalhar duro para cumprir as metas mencionadas nos tópicos anteriores já vai te levar direto para o aumento das vendas.

Mas tem uma coisa que precisamos te alertar: se prepare para uma longa jornada, porque os efeitos do que está fazendo agora não vão aparecer da noite pro dia; vai ser preciso muito esforço e muito trabalho.

5 – Público-alvo

Tanto para descobrir o que é landing page x homepage quanto para saber sobre qualquer outro aspecto de vendas online, é importante sempre se lembrar: todo site que criamos é para as pessoas. E é melhor ainda se fizermos isso para um determinado grupo de pessoas – chamamos isso de audiência. É essencial especificá-lo, porque todo conteúdo precisa ser projetado para eles.

Às vezes, o produto envolve o público-alvo, mas as coisas nem sempre são fáceis. Vamos começar com um exemplo: se uma pequena empresa produz brinquedos artesanais, o público-alvo (para publicidade, não para o produto em si) deve ser pais jovens ou avós orgulhosos.

As coisas vão ficando mais difíceis quando você é uma loja virtual de smartphones e o público é mais amplo, por exemplo. De qualquer maneira, existem alguns fatores que devem ajudá-lo a definir o público-alvo, que podem ser:

  1. Estágio da vida;
  2. Linguagem;
  3. Interesses;
  4. Informações demográficas;
  5. Renda.

Se você está se sentindo perdido ao reunir os clientes em potencial e colocá-los no estilo de comunidade ao qual pertencem, volte a esses 5 fatores e faça algumas perguntas a si mesmo. Alguns exemplos para tornar essa etapa mais fácil, são:

  • Qual é o estágio da vida dos seus clientes em potencial?
  • Quais idiomas eles usam / falam fluentemente?
  • Em que eles estão interessados?
  • Qual é o nível de renda aproximado deles?
  • O que você pode dizer sobre a demografia deles? (Localização geográfica, idade, sexo).

Responder a essas 5 perguntas deve levá-lo muito mais perto de estabelecer o seu público-alvo. Mas como isso afeta a sua escolha entre o que é landing page x homepage e qual a melhor? É simples: se seu objetivo é mais geral ou ainda não está familiarizado com a sua empresa, você deve mostrá-los na sua página inicial – que é um local para obter o máximo de informações sobre a sua empresa.

Mas um público específico requer uma abordagem diferente. As landing page se ajustam a eles de uma forma muito melhor, porque são criados exatamente para atingir essa meta.

6 – O que é Landing Page x homepage: Funcionalidades

Essa é uma das principais características que diferencia o que é landing page e homepage. No caso dos primeiros, é bem mais simples: um formulário de contato, calendário integrado, contador de tempo ou vídeos incorporados marcam o topo da funcionalidade das landing pages.

Por mais que seja a melhor opção para apresentar um produto, convidar para um evento e encorajar o clique, isso acaba sendo menos poderoso quando se trata de vender diretamente, e não é complexo o suficiente para desempenhar um papel informativo para os clientes.

Já a página inicial pode ter tudo o que se possa imaginar – mas sempre lembre de que pode custar mais (tanto em tempo quanto em dinheiro) e também é possível que sobrecarregue o seu site.

Os recursos que você realmente precisa dependem principalmente do objetivo do seu site. Por exemplo: a criação de uma loja virtual na landing page é provavelmente possível, mas inútil – isso porque o site padrão lida melhor com o trabalho e não fica preso a várias restrições.

O fato é que administrar um negócio online provavelmente significa que você precisa conhecer o que é landing page a fungo e também a homepage, com todo o espectro de possibilidade que eles oferecem. A questão é: quando? Vamos falar sobre isso mais a frente.

7 – Conteúdo

O objetivo de um site volta sempre como um bumerangue, porque afeta praticamente tudo o que fazemos com ele e o conteúdo é o melhor exemplo dessa dependência.

Vamos falar primeiro da página inicial: escrever conteúdo para um site comum é demorado, porque precisa de uma quantidade muito grande de texto – isso porque a página incial cobre mais tópicos do que a landing page. O conteúdo escrito para uma página da web da sua empresa ou marca é mais geral e você não precisa se preocupar com a demora; sempre que for necessário descrever algo em detalhes, faça isso usando o espaço como quiser.

Não existe ‘lado negro da força’ quando falamos de uma quantidade grande de texto na página inicial, até porque essa página precisa ser informativa e com SEO amigável e isso já explica muita coisa. 

Mas, infelizmente, esse tanto de conteúdo em uma landing page provavelmente a mataria e a atropelaria para sempre. Então qual é a melhor aposta em uma página de destino? Saber dominar o que é Landing Page significa investir em um conteúdo curto e pontual; é por este motivo que, independente da duração, pode ser que leve um tempo para surgir algo bom o suficiente.

O que é landing page x página inicial: elementos de conteúdo

Saber o que é landing page ou homepage também significa entender que existem alguns tipos de conteúdo que funcionam melhor com as páginas iniciais e de destino. Vamos dar uma olhada nos mais importantes e usados atualmente:

Título ou manchete

Geralmente, o título é a primeira coisa que um visitante vê depois de entrar no site, o que o torna imperativo para ter bons resultados. Considerando a falta de atenção e a quantidade de coisas que tentam atrair o olhar dos usuários hoje em dia, o título precisa ser a coisa mais forte que você pode escrever.

Se ele estiver fraco, você perde um visitante. Se for muito longo, você perde visitante. Se não estiver claro, você perde mais visitantes. Faça o máximo para torná-lo breve, direto, informativo e emocional (tente desencadear emoções positivas).

Seções

Enquanto escreve para uma landing page, reduza as seções e inclua apenas as informações mais importantes. Uma landing page não deve conter todo o conhecimento sobre um produto ou empresa, porque essa função é da homepage.

Não tenha medo de usar listagens nos dois tipos de site, pois eles permitem que os leitores descansem os olhos e encontrem o núcleo das informações fornecidas.

Chamada para Ação

O CTA (Call To Action / Chamada Para Ação), como o nome já diz, é o que incentiva o visitante a tomar determinada ação. Não é exagero dizer que não há como descobrir na prática o que é landing page e como ela funciona se não levar em conta que ela é criada exatamente para isso, então o CTA é pelo menos tão importante quanto o título.

Nas homepages, os CTAs são opcionais, mas podem ser úteis em várias situações. Criar um Call To Action pode ser uma verdadeira dor de cabeça porque às vezes gastamos horas escrevendo um texto de 3 palavras – portanto, esteja preparado para isso.

8 – Links

Os links podem fazer milagres no seu site (falamos sobre a construção deles neste outro artigo sobre link building), mas eles podem se tornar também uma ameaça se forem usados de forma inadequada. Como funciona isso, afinal?

Se achou que tudo se resume ao objetivo do site, acertou. Se você pretende se esforçar para ter o máximo de conversões possíveis na landing page, aconselhamos que evite os links, a não ser aqueles que levem as pessoas ao ponto final – exemplo: links para se inscrever na newsletter ou redirecionamento para o outro estágio do funil de marketing.

Isso porque qualquer outro link pode distrair o usuário da verdadeira razão pela qual eles estão visitando a landing page e isso prejudica muito a taxa de conversão.

Por questão de ética, não vamos incluir um exemplo negativo aqui, mas aconselhamos que você analise as landing pages que for direcionado a partir de agora e repare se elas estão sendo claras com o que querem que você faça.

Se essas landing pages forem confusas, com vários links para caminhos diferentes, sem deixar explícito a ação principal que deseja para os clientes, é comum que os visitantes percam o interesse que tinham de dar o próximo passo e saiam sem entender o que aconteceu – esse é o tipo de página de destino que seu negócio precisa passar longe.

Mas se forem homepages, como já falamos aqui, é comum que elas tenham mais links sem medo de piorar o resultado; pelo contrário, a página inicial precisa dessas bifurcações porque é isso que o cliente espera, fazendo com que ele tenha uma boa experiência. 

Mas claro, é importante deixar a sua navegação intuitiva também, para que a pessoa saiba o que vai achar e onde encontrar as informações que precisa. Vamos combinar que não somos o Scooby Doo e não precisamos que essa página seja misteriosa, ela precisa ter exatamente o que diz.

9 – O que é landing page x homepage: CTA (Call To Action)

Não é possível descobrir o que é landing page sem saber pelo menos um pouco de CTA. Uma ‘frase de chamariz’ é algo específico para landing pages – geralmente, fica em forma de um botão, colocado perto do fim do site com um trecho de texto encorajador; outras vezes, aparece 2 vezes na página (tanto na primeira seção como no final também).

Um bom CTA convence usuários a realizar a ação desejada de forma curta e memorável, mas o copywriting (copy, para os íntimos) é apenas um lado de uma moeda – o outro é o design.

Quando falamos de CTA, quase tudo importa, como:

  • Cor envolvente;
  • Forma de um botão;
  • Tamanho da fonte;
  • Clareza.

A ideia é: crie um CTA que não faça os usuários se perguntarem o que vai acontecer quando clicarem no botão. Isso tem que ser dito alto e claro. Alguns exemplos são:

  • Se inscreva
  • Seja membro
  • Participe do grupo VIP
  • Seja um aluno
  • Compre agora

Claro, sem nenhum contexto, esses CTAs ainda serão um pontinho na escuridão, mas com informações antes e depois, dentro da própria landing page ou homepage, essas informações começarão a fazer sentido.

Okay, mas pode usar CTAs em uma homepage? Nós te fazemos outra pergunta: porque não poderia? Vamos ser ainda mais loucos e dizer: você precisa usar mais de um! Lembra do que falamos no começo do artigo? (Tudo bem, faz um tempo então vamos relembrar…)

“Nessa visão, a página inicial se torna uma encruzilhada, enquanto a landing page (página de destino) é um determinado ponto em algum lugar no caminho para o destino.”

Você precisa dar aos leads a oportunidade de escolher de qual maneira prefere descobrir e conhecer a sua empresa. Então, apoie a navegação da sua página inicial usando CTAs para ter direções mais assertivas – como uma loja virtual, página de contato ou de preços, por exemplo.

Esses foram exemplos simples do uso de CTAs diferentes para descobrir o que é landing page de conversão e uma página inicial de alto impacto, mas é possível criar outros, cada um com sua própria direção e seguindo um objetivo.

10 – O que é landing page x homepage: quando usar?

Sabendo tudo isso sobre o que é landing page e homepage, você pode decidir quando existe a necessidade real de uma página inicial e em qual situação a página de destino vai ser o suficiente.

Por mais que seja ótimo ter uma homepage completa para a sua empresa e ela ainda sirva como “sede” na internet, algumas pessoas escolhem o perfil de mídia social para fazer essa função, principalmente se estiver administrando uma pequena empresa. Essa pode não ser a melhor ideia a longo prazo, mas é uma maneira de começar.

Bom, basear toda a sua publicidade apenas em mídias sociais é perigoso. Se deseja usar o Google Ads, vai precisar de landing pages (sim, no plural). Cada campanha de marketing precisa ter pelo menos uma, porque é a maneira mais eficiente de redirecionar o tráfego pago exatamente ao ponto que deseja.

O resumo dessa nossa “guerra” sobre o que é landing page x homepage…

A homepage pode não parecer crucial e tão importante assim para algumas pessoas, mas ela é essencial para ser usada como um local em que os visitantes podem aprender mais da sua empresa, ler seu blog ou encontrar informações úteis para contato.

E em suma sobre o que é landing page: ela é incomparável para fins de publicidade e (o que é ainda mais interessante) criá-la é mais fácil por já existir alguns modelos prontos e não precisar de tantos elementos assim, principalmente se estiver usando alguma ferramenta avançada específica para criação de páginas de destino.

E é isso, essa é a diferença entre o que é landing page e homepage. Esperamos que esse artigo te ajude um pouco a navegar nas águas turbulentas do Marketing e te esclareça mais sobre o assunto (já que vemos tantas informações fake por aí).

Se tiver alguma dúvida sobre o que é landing page e homepage, medos, ansiedades ou infinitas perguntas sobre alguns dos temas que falamos aqui… Não guarde pra você, deixe um comentário e vamos fazer o máximo para te ajudar bem rápido!

P.S.: Siga a gente no Instagram e vamos unir as forças.

Deixe seu comentário

*Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ARTIGOS RELACIONADOS

O-que-e-transmidia-marketing-digital-para-agencia-de-marketing-digital-cento-e-vinte-marketing-digital-para-002

O que é transmídia?

  A gente consome informação o dia todo por meio de diferentes plataformas de mídia. Ouvimos rádio, vemos televisão, acessamos redes sociais e sites de

Pico-de-vendas-glossário-120-marketing-digital-para-agencia-de-marketing-digital-cento-e-vinte-marketing-digital-para-001

Pico de Vendas

Pico de vendas é o período do ano que uma empresa tem o maior volume de negociações, seja por iniciativa do público consumidor, ou por

Conversao-de-email-marketing-marketing-digital-para-agência-de-marketing-digital-cento-e-vinte-marketing-digital-para-002

Conversão de e-mail marketing

Entenda como o e-mail marketing e outros serviços de e-mail podem alavancar a autoridade da sua empresa na internet e como funciona a conversão de

Entre em Contato