6 dicas para conhecer melhor seu público-alvo

Via Abradi-SC

6 dicas para conhecer melhor seu público-alvo 1

Quanto mais você entender seu cliente, mais rápido seu negócio vai crescer. No entanto, muitos empreendimentos têm dificuldade para definir o seu público-alvo e acabam por fazê-lo de forma extremamente ampla. A menos que você esteja no negócio de exibição de página, é a taxa de conversões e não de tráfego que mais importará. Portanto, se você quiser aumentar as conversões, você tem que descobrir quem é exatamente seu público-alvo primário, o que ele quer, o que importa para ele e quais são as fontes de atrito. Neste artigo, vamos dar dicas para que você possa conhecer melhor seu público-alvo e a importância desta segmentação. Vamos lá?

O perfil segmentado dos clientes pode aumentar as vendas

Tentar vender produtos e serviços sem plena compreensão de quem são os seus clientes ideais é como dirigir com os olhos fechados. Se você diz que seu público-alvo é “praticamente todos” ou “alguém interessado em meus serviços”, você não tem muita chance de aumentar conversões. Por outro lado, a criação de um perfil de cliente útil (persona) lhe servirá como uma orientação eficaz de como alcançar seus clientes ideais.

1 – Crie perfis segmentados do seu público-alvo

Embora o feedback dos clientes seja um ótimo lugar para reunir informações sobre o seu público, o que fazer com esta informação é o próximo passo, em que muitas vezes, os empresários falham. Portanto, criar descrições de seus compradores ideais é o primeiro passo na montagem de sua persona. Nós ainda não estamos falando sobre dados demográficos ou qualquer outro tipo de informação pessoal, apenas uma visão geral do que eles fazem e o que seria importante para que eles fizessem negócios com uma empresa como a sua.

Agora que você já criou identidades básicas para seus compradores ideais, é hora de construir esses perfis, fornecendo informações mais detalhadas sobre o que esses compradores estão buscando ao adquirir seu produto.

2 – Se você não tem dados concretos, comece com suposições

Tradicionalmente, a definição de um público-alvo consiste em determinar a sua idade, sexo, localização geográfica, e as suas necessidades. Acontece que, atualmente, é necessário muito mais do que isso, precisando portanto, olhar de forma direcionada para outras questões:

“Quem são os clientes-alvo?” Descreva a sua vida de forma simulada (ou empresa no caso do B2B). Quais são as necessidades a serem atendidas?

3 – Fale com as pessoas

Se você tiver clientes pagantes, a melhor coisa que você pode fazer é examiná-los. O que você quer é conhecer a mentalidade deles no intuito de saber como e por que eles compram. Não precisa fazer um levantamento de todos os seus clientes. Apenas de um número satisfatório. As perguntas mais interessantes a serem colocadas em um possível formulário são:

  • Quem é você? (Obtenha os dados demográficos e veja se há alguma tendência por região)
  • Para que você está usando o produto?
  • O problema que você tinha, foi resolvido? (Descubra alguns usos não intencionais).

Note que todas as respostas devem ser de forma livre, e não de múltipla escolha. Você quer que os clientes possam se expressar sem restrições.

4 – Utilize a mesma linguagem que seu cliente

Quando você faz o trabalho de segmentar seu público, você deve prestar atenção na forma como eles escrevem e se comunicam. Seus canais de comunicação devem falar a mesma língua que seus clientes. Muitas vezes, copiar e usar as palavras exatas de uma resposta na pesquisa em uma proposição de valor ou outra peça-chave do site funciona muito bem.

5 – Utilize o Google Analytics

Se você configurar corretamente as metas e o rastreamento no Google Analytics, você poderá obter alguns dados interessantes. É fundamental estabelecer KPIs e monitorá-los. O Google Analytics pode lhe mostrar coisas como fontes de tráfego, o que converte melhor, etc. Assim, você poderá investir mais tempo, dinheiro e esforço em canais de alto desempenho.

6- Teste suas suposições

Para validar seu público-alvo é preciso testar as segmentações realizadas. E para isso, é preciso aplicar métricas corretas para entender o impacto da sua forma de abordagem em cada canal utilizado.

E na sua empresa, como funciona a segmentação? Aproveite e conheça também nossas dicas de como deixar seu conteúdo mais atrativo.

Fonte: Abradi-SC | www.abradi-sc.com.br
Postado por: Cento e Vinte | www.centoevinte.com.br

Deixe seu comentário

*Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ARTIGOS RELACIONADOS

Headline-glossário-120-marketing-digital-para-agencia-de-marketing-digital-cento-e-vinte-marketing-digital-para-001

Headline

Headline é o nome dado ao título, tema ou chamada de um texto ou anúncio. A primeira linha que está localizada no topo da página.

A-rotina-de-um-bom-vendedor-marketing-digital-para-agencia-de-marketing-digital-cento-e-vinte-marketing-digital-para-001

A rotina de um bom vendedor

A vida de vendedor não é fácil. O profissional vive sob constante pressão para bater metas e manter o bom desempenho. E, muitas vezes, esse

Publicidade-nativa-glossário-120-marketing-digital-para-agência-de-marketing-digital-cento-e-vinte-marketing-digital-para-001

Publicidade Nativa

A publicidade nativa é uma estratégia de marketing visa disponibilizar material informativo que seja compatível com canal utilizado. A propaganda é paga e se encaixa

Voce-sabe-o-que-e-venda-consultiva-marketing-digital-para-agencia-de-marketing-digital-cento-e-vinte-marketing-digital-para-001

Você sabe o que é venda consultiva?

O mundo mudou e, consequentemente, os hábitos e formas de consumo também mudaram. Quem quer alcançar resultados precisa rever sua estratégia de vendas. Já não

Internet-das-coisas-glossário-120-marketing-digital-para-agência-de-marketing-digital-cento-e-vinte-marketing-digital-para-001

Internet das Coisas

Consiste na maneira que coisas como objetos, ou máquinas, do dia a dia se conectam a internet, como a televisão, a cafeteira ou o aparelho

Entre em Contato