Fique tranquilo, seu email está completamente SEGURO conosco.

Rankeamento do Google – A quantidade de palavras importa?

Cento e Vinte 03/11/2016 1 comentário Nutrição
  • Compartilhe:

rankeamento-do-google-link-building

A ideia de que a internet modifica profundamente os nossos hábitos de leitura, onde textos longos seriam substituídos por aqueles mais curtos e concisos, saiu de moda faz tempo.

O mito de que o usuário da internet não gosta de ler se espalhou e tomou força até mesmo entre os produtores de conteúdo e blogueiros. Durante algum tempo persistia o cuidado de produzir blog posts que não fossem muito longos e que não cansassem o leitor.

Qual é o tamanho do texto para rankear no Google?

Então hoje existe uma “padronização” de blogs post curtos contendo entre 300 e 500 palvaras, enquanto os longos, que são utilizados em casos específicos, acima de 1000 palavras.

Acontece que a pouco tempo foi feita uma pesquisa pela SerpIQ, empresa especializada em SEO. Nesta pesquisa foi identificado que em média os 5 melhores post colocados no Google possuem 2.000 ou mais palavras, o que faz cair por terra essa ideia fazer posts curtos.
Isso quer dizer então que para estar bem rankeado nos motores de busca tenho que escrever posts longos? 2.000 é o número mágico?

Não!

[bctt tweet=”Não existe número mágico de palavras que vá fazer seu blog post alcançar as primeiras posições para uma palavra chave no Google!” username=””]

Até mesmo porque esse não é um dos fatores considerados pelo motor de busca.

E nem poderia ser diferente! Imagine que você realiza uma pesquisa sobre um assunto que te interessa e o primeiro resultado mostrado é um “textão” com informações que pouco acrescentam ou possuem pouquíssima relação com a sua busca? Chato né?!

E como sabemos o foco do Google é sempre fornecer a melhor experiência possível ao seu usuário e isso quer dizer; fornecer resultados de busca que tragam conteúdos de qualidade, relevantes e que realmente funcionem para sanar as dúvidas.

E aí você pode dizer: “Entendi! Logo se eu fizer um conteúdo de qualidade ele vai ficar mais longo que um superficial e assim ranquear melhor!”.

Sim e não jovens. Isso porque primeiramente essa informação apenas é verdadeira se o assunto que for tratar em seu artigo exigir mais explicação! Certas coisas são obvias, como 1+1=2, caso contrário qualquer “textão” soará como “encheção de linguiça”.

Em segundo lugar: mesmo que o seu conteúdo seja muito bom é importante estar atento aos outros fatores que influenciam no rankeamento do Google, como as técnicas de SEO, otimização para dispositivos móveis e link building, por exemplo.

Falando em link building, clica nesse artigo aqui >>> Posicionamento no Google e link building em 2016

Se sua empresa já tem ou está implementando uma estratégia de marketing de conteúdo e já entendeu a importância de ter um blog para atrair visitantes, fidelizar clientes e criar autoridade, na hora de produzir os seus blog posts deixe de lado a obsessão que ainda temos com a quantidade e foca na qualidade. ;)

Dessa forma, trabalhando os demais fatores de rankeamento do Google, você irá atingir boas posições na busca orgânica e contribuir muito para a sua autoridade!

Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais! Ficou alguma dúvida? Deixe um comentário, nós vamos responder mais rápido que a Millenium Falcon!
Que a força esteja com você!

Postado por: Cento e Vinte  | www.centoevinte.com.br

1 Comentário


Como melhorar a presença online da sua empresa | Cento e Vinte

[…] Saiba como melhorar o seu posicionamento no Google clicando aqui! […]



Deixe o seu comentário!