Choose your layout

Color scheme

Como definir o preço do seu serviço/produto?

Saber precificar corretamente seu produto ou serviço é fundamental para a sobrevivência de seu negócio.

Embora essa possa parecer uma tarefa simples, nem sempre é. Há fatores objetivos, mas também estratégicos que contribuem para a melhor solução.

Afinal o cenário de sua categoria ou o posicionamento da marca em seu segmento também interferem no momento de definir preço.

cento-e-vinte-como-definir-o-preco-do-seu-servicoproduto (2)Como calcular o preço de seu produto ou serviço?

Antes de pensar em como calcular é preciso, em primeiro lugar, ter a clareza de o que é preço.

E, afinal, o que é preço?

Podemos definir como preço o valor que será cobrado por um produto ou serviço para que os consumidores o usufruem.

Em outras palavras é o valor monetário pago por quem quer comprar/contratar seu produto/serviço.

Tendo o conceito de que o que é preço claro, é preciso pensar em como ele deve ser calculado. São três fatores que servem como base para esse cálculo:

  • Custos – está ligado a todas as atividades de uma empresa, o quanto ela gasta para produzir um produto ou serviço.
  • Despesas – o quanto sua empresa gasta para gerar receita (vender um produto ou serviço), são os gastos que envolvem a administração e o comercial da empresa.
  • Lucro – o retorno obtido pela empresa na operação comercial de venda de produto ou serviço e que resultará no crescimento do empreendimento.

Vender a um valor abaixo de seus custos e despesas significa ter prejuízos.

Vender de forma que cubra custos e despesas a um lucro baixo significa estagnação e riscos para o futuro.

Mas, como dissemos, no momento de definir preço não existem apenas as condições objetivas e internas.

Há todo um cenário externo a ser considerado e que compõe um aspecto estratégico.

E, para ajudar nesse cálculo é necessário entender métricas, como CDI, BDI e SHARE. Explicamos elas aqui.

Essas métricas permitem conhecer como anda a participação de uma categoria no mercado e a participação da marca nesse processo.

No momento de calcular o preço ter acesso a essa dados permite uma tomada de decisão estratégica.

Por exemplo, um determinado tipo de produto que esteja indo muito bem no mercado, porém a marca apresenta um SHARE equilibrado.

Nesse cenário você nota que seu preço, mesmo com uma boa margem de lucro, está abaixo da concorrência.

Diante disso há pelo menos duas opções possíveis:

  1. Manter o preço abaixo e produzir uma ação e uma comunicação que visem aumentar o SHARE.
  2. Aproveitar o equilíbrio existente, aumentar sua margem de lucro e capacidade de investimento.

Como agir nessa situação irá depender dos objetivos e metas no longo prazo, mostrando, assim, a importância da definição de preço.

Da mesma forma, em um exemplo no qual a categoria toda estivesse em baixa no mercado, diminuir a margem de lucro temporariamente poderia ser uma opção.

Há ainda outras questões que entram na conta, como sazonalidade e estoque, por exemplo.

Assim, calcular o preço é uma questão que envolve diversas dimensões que devem ser analisadas com cuidado para uma melhor tomada de decisão.

A união dos aspectos objetivos com os estratégicos leva você e sua empresa a conquistar o melhor resultado.

Gostou deste artigo? Continue acompanhando nosso blog e tenha acesso a outras dicas de marketing para seu negócio.

Que a força esteja com você!

Até a próxima!

Postado por: Cento e Vinte | www.centoevinte.com.br

About the Author

centoevinte
administrator

No Comments

Give a Reply

© Todos os Direitos Reservados à Cento e Vinte - Conversão Digital - 2017.