10 frases para não usar NUNCA MAIS nos seus e-mails!

10 frases para não usar NUNCA MAIS nos seus e-mails!

No começo da popularização da internet fomos brindados com uma ferramenta que prometia revolucionar a forma como nos comunicamos: o e-mail.

Assim pudemos nos corresponder com pessoas em qualquer parte do mundo de forma rápida!

Era a evolução das cartas, telegramas, malotes e outros dispositivos utilizados.

Num período mais recente, com a ascensão das mídias sociais, essa ferramenta pode ter caído em desuso para comunicações pessoais, mas para uso profissional para o marketing de conteúdo, continua sendo um meio de comunicação muito importante.

Além disso, o e-mail marketing ainda é uma das formas mais eficientes para captura e conversão de leads. Basta utilizar a correta estratégia de marketing de conteúdo.

USANDO O E-MAIL A FAVOR DE SUA ESTRATÉGIA DE MARKETING

Quando vamos redigir um e-mail, seja para clientes internos ou externos, todo cuidado é necessário.10 frases para não usar NUNCA MAIS nos seus e-mails!

A comunicação escrita não possui as nuances da oral, de tal forma que nem sempre o tom que utilizamos é corretamente compreendido pelo receptor.

E não se trata apenas sobre o tom. Algumas frases utilizadas podem não ser compreendidas da maneira que gostaríamos.

Esse “ruído” pode pôr a perder sua estratégia de marketing e, consequentemente, afetar seus objetivos.

Pensando nisso, separamos 10 frases comuns (e que provavelmente você já utilizou alguma vez), mas que devem ser abolidas de seus e-mails.

Lembre-se: não é só sobre acertar, é também sobre evitar erros! Confira.

10 FRASES QUE NUNCA DEVEM SER UTILIZADAS EM SEU E-MAIL

1. “DESCULPE-ME INCOMODAR VOCÊ COM ESTE E-MAIL…”

Clássica e cheia de boas intenções, é utilizada geralmente para demonstrar educação ou para valorizar o tempo do cliente.

Mas, se o seu e-mail conta com informações relevantes e seu envio é necessário, por que começar pedindo desculpas?

Isso mina sua credibilidade e passa insegurança.

Além do que, talvez, nem passasse pela cabeça do leito que a correspondência era um incomodo, agora pode passar.

Vá direto ao ponto. Franqueza é a melhor solução.

2. “NOS FALAMOS EM BREVE.”

Essa é outra frase supercomum em nosso dia a dia, mesmo no ambiente de trabalho.

O grande problema é que ela é extremamente vaga. Nos falamos quando? Sobre o quê? Precisamos mesmo nos falar?

Seu cliente não gosta de se sentir no escuro ou à parte do assunto que está desenvolvendo.

Você pode substituir o “nos falamos em breve” por “vamos nos reunir dia x, para discutirmos y”, por exemplo.

3. “PARA SER SINCERO…”

Já essa é usada, geralmente, quando queremos demonstrar franqueza ou suavizar um comentário mais duro com o receptor.

O grande problema é: agora você está sendo sincero, mas antes não foi?

Seu cliente precisa confiar em você, e isso só é possível se transmitir verdade o tempo todo em sua comunicação.

Você é o especialista. Seu cliente sabe disso e foi por isso que entrou em contato.

Seja direto e dê sua opinião de forma clara sobre os assuntos pertinentes.

4. “VOCÊ DEVE…”

Sim, é importante colocar seus pontos de vista e opiniões de forma clara em seus e-mails.

Mas o poder de decisão não está em suas mãos.

Na comunicação escrita, a frase “você deve” pode soar arrogante, controladora e autoritária, por isso tire-a de seus e-mails.

Como alternativa, busque mostrar ao seu cliente que, na sua visão, a melhor ação a ser tomada é X, e não Y. “Eu recomendo” é um excelente substituto.

5. “SEM PROBLEMAS.”

Ok, sabemos que, quando você responde a uma solicitação com a frase “sem problemas”, apenas quer ser educado.

Para o receptor, porém, pode parecer que atender a ele é um incomodo e que, por isso, o está “perdoando”.

Não crie ruídos sem necessidade em sua comunicação. Corte essa frase de seus e-mails sem dó nem culpa.

6. “VOU TENTAR.”

Vivemos em um mundo de prazos que valoriza soluções rápidas e assertivas. Nesse contexto, um simples “vou tentar” pode ser desanimador.

Além disso, está colocando em cheque suas capacidades para seu cliente. Ele entrou em contato para você conseguir, não tentar.

E mais: para o cliente, o “vou tentar” pode demonstrar desinteresse em encontrar a solução que ele precisa para suas necessidades.

Novamente a saída é ser claro e oferecer um prazo realista, dentro de sua capacidade e, assim, evitar frustrações.

7. “O PROBLEMA AQUI ESTÁ…”

Essa também é uma frase muito comum e que está ligada ao hábito de que temos que valorizar os problemas e não as soluções.

Seu cliente sabe que ele tem um problema. Se não, ele não estaria em contato com sua empresa, certo?

Além disso, a frase pode soar vaga. Por isso, ao escrever seu e-mail, mostre que está trabalhando nas soluções possíveis.

8. “EU ENTENDO COMO VOCÊ SE SENTE.”

De boas intenções os e-mails estão cheias, e essa é mais um das frases que devem ser abolidas.

Sim, sabemos que você quer demonstrar empatia à situação de seu cliente, mas não resolve os problemas e aumenta a frustração.

Você pode demonstrar empatia sem soar dessa maneira e ainda focar na ação que está exercendo para resolver a situação.

“Eu sei o quanto isso é frustrante para você, mas estamos realizando ‘determinadas atitudes’ para resolver.”
Viu como soa melhor? E com o plus de não retirar o protagonismo de quem importa: o receptor da mensagem.

9. “COMO HAVIA MENCIONADO…”

Nosso dia a dia é atribulado, repleto de compromissos e afazeres. É normal que esquecemos alguns detalhes.

Ficar relembrando que tratou de determinado assunto no e-mail só irá fazê-lo soar arrogante e irritadiço.

Seu cliente é seu maior patrimônio, explique um assunto sempre que surgir dúvidas sem usar esse artifício.

Caso ache necessário, marque uma reunião e tire as dúvidas existentes pessoalmente.

10. “POR FAVOR, AVISE-ME SE EU PUDER AJUDÁ-LO EM ALGO MAIS.”

Mais uma daquelas que estão no hall das boas intenções.

Sim, é importante demonstrar preocupação e atenção aos seus clientes.

Porém, essa frase dá margem para solicitações exageradas.

Lembre-se: a comunicação foi estabelecida por conta de um objetivo. Sair dele irá apenas prejudicar o seu atendimento a outros clientes.

Mantenha o foco e seja preciso.

Não deixe que ruídos atrapalhem sua comunicação via e-mail e prejudiquem sua estratégia de marketing e o andamento de suas atividades.

Gostou deste artigo? Acompanhe nossas redes sociais e tenha acesso a muitas outras dicas como essa para o marketing de conteúdo de sua empresa.

Até a próxima!

Postado por: Cento e Vinte  | www.centoevinte.com.br

About the Author

centoevinte
administrator

No Comments

Give a Reply

© Todos os Direitos Reservados à Cento e Vinte - Conversão Digital - 2017.