Vamos falar um pouquinho mais sobre o Facebook?

Vamos falar um pouquinho mais sobre o Facebook?

Na guerra das redes sociais o Facebook continua ocupando o trono sem sinais de que vá deixá-lo tão cedo.

Mesmo diante das previsões que apontam a queda da gigante de Zuckerberg, essa realidade parece distante de acontecer.

Em junho a rede social chegou à incrível marca de 2 bilhões de usuários em todo o mundo.

No Brasil, pesquisa divulgada em 2016 pela Quartz, como parte do relatório “Internet Health Report v. 1”, da Mozilla, apontou que para quase metade dos usuários brasileiros, o Facebook é a própria internet.

Esses números impressionantes reforçam a necessidade de incluir a rede social em suas estratégias de marketing digital.

Mas, a grande pergunta que você deve estar fazendo neste momento é: como aumentar a conversão no Facebook?

OS DESAFIOS DO MARKETING DIGITAL NO FACEBOOK 

As empresas que possuem uma fan page na rede social devem ter notado, ao longo do tempo, mudanças significativas.Vamos falar um pouquinho mais sobre o Facebook?

E uma delas se refere ao alcance reduzido, que significa que um conteúdo publicado alcança um número menor de fãs, porque o Facebook tem hoje a intenção de exibir cada vez mais organicamente o resultado de um post.

Se pararmos para comparar, em 2012, as páginas alcançavam em média 16% da base de pessoas que a haviam curtido. Já em 2015, esse número passou para 2,2%.

O declínio do alcance orgânico ocorre por um simples e único motivo: preservar a experiência do usuário.

O aumento no número de usuários ativos na rede social foi acompanhado, também, de um aumento no número de páginas.

O grande problema, porém, é: como apresentar aos usuários essa “overdose” de conteúdo de maneira que não interfira na experiência?

A reposta são algoritmos que filtram e procuram mostrar no feed apenas os conteúdos mais relevantes a cada indivíduo.

Então, como fazer com que um conteúdo seja entregue a um maior número de pessoas sem recorrer aos Ads?

A reposta é: trabalhar com conteúdos que sejam relevantes e com uma maior abrangência.

Você pode tanto criar conteúdo próprio como compartilhar vídeos relacionados ao seu negócio, mesmo que seja de terceiros.

Quanto mais posts, mais há chance de alcançar mais pessoas e elas se engajarem com o conteúdo, compartilhando, comentando ou reagindo às publicações de forma orgânica.

Por exemplo, uma página que tenha como foco o marketing digital pode divulgar conteúdos ligados a empreendedorismo.

Mas, além do conteúdo em si, o formato é um fator que faz toda a diferença.

Hoje os vídeos são a melhor forma de engajar e criar audiência para sua página, apresentando um desempenho superior.

E mais uma vez você não precisa apenas postar vídeos 100% originais. Por exemplo, pode também utilizar trechos de filmes. O que você precisa é de uma escolha assertiva no tema e uma edição caprichada.

Para essa escolha certa, você precisa ter percepção do que funciona melhor para sua página e sua audiência, seus gostos e interesses.

O melhor jeito de fazer isso é testar. Faça testes de horário, de tipos de conteúdos, dentre outros, para gerar engajamento!

Em caso de replicar vídeos que estão em alta, eles fazem com que outros de sua página, que são de conteúdo próprio e segmentado, também recebam curtidas e visualizações de forma orgânica.

Nem todos os vídeos e posts vão gerar bons resultados, mas não desanime! Continue testando e apostando no formato que renderem melhores resultados a sua página.

A pergunta agora é: isso é o suficiente para aumentar a conversão no Facebook?

Sim, o aumento no número de likes e compartilhamentos reforçam seu branding, mas não necessariamente se revertem em conversões.

A boa notícia é que há uma saída que se mostra como uma boa solução para cumprir com esses objetivos.

A FORÇA DO REMARKETING NAS CONVERSÕES DO FACEBOOK 

Quem nunca, após visitar um site, viu produtos e serviços surgirem em anúncios no Facebook?

Ao contrário do que dizem as teorias da conspiração, isso não tem nada a ver com espionagem do Zuckerberg.

O funcionamento, na realidade, é muito mais simples do que parece.

O Facebook conta com um código, o pixel do Facebook, que pode ser colocado, inclusive, em todas as páginas de seu site.

Na plataforma de anúncios do Facebook, você consegue criar seu público certo, com as características que desejar, com dados como visita de um produto ou serviço dentro do site e, em seguida, cria um anúncio para direcionar essas pessoas como um alvo a ser atingido.

A grande sacada é que os anúncios irão alcançar a quem já conhece sua empresa e demonstrou interesse em seus produtos.

Com isso, a taxa de sucesso dos anúncios aumenta exponencialmente, bem como suas vendas e pedidos de orçamento, especialmente se estiver aliada a outras estratégias.

Há a possibilidade, ainda, de, a partir da base de dados do Facebook, utilizar uma audiência similar a sua, com um público que possua o mesmo comportamento que você busca.

É o chamado Lookalike Audiences, do Custom Audience, presente na ferramenta e que possibilita ainda mais conversões para sua página do Facebook.

Sim, o Facebook mudou.

Se por um lado a rede social dificultou a divulgação de forma orgânica, por outra disponibiliza ferramentas para vendas interessantes.

Tenha claro quais seus objetivos com o marketing digital e defina como irá trabalhar seus conteúdos e anúncios.

Com a estratégia certa é plenamente possível alavancar seus negócios e ter muitas conversões no Facebook.

E conte com a gente nessa jornada.

Gostou deste artigo? Não deixe de curtir nossas páginas nas redes sociais e tenha acesso a muitas outras dicas como essa.

Que a força esteja com você!

Postado por: Cento e Vinte  | www.centoevinte.com.br

About the Author

centoevinte
administrator

No Comments

Give a Reply

© Todos os Direitos Reservados à Cento e Vinte - Conversão Digital - 2017.