A diferença entre conteúdo criado e copiado e como o Google interpreta!

A diferença entre conteúdo criado e copiado e como o Google interpreta!

É inegável que hoje o marketing de conteúdo é uma realidade que cada vez ganha mais peso nas estratégias de marketing de empresas de todos os tamanhos

Manter um blog atualizado com textos interessantes e relevantes ao público-alvo virou quase uma obrigação àqueles que querem alavancar os resultados nos meios digitais.

Porém, produzir conteúdo é uma tarefa que exige dedicação, cuidados e atenção. Obedecer às melhores práticas contribui, e muito, para aprimorar o SEO de seu site e possibilita melhorar a posição nos buscadores, como o Google.

Mas além do material criado ser interessante e relevante, é fundamental que seja também original.

A diferença entre conteúdo criado e copiado e como o Google interpreta!Conteúdo copiado mina sua credibilidade e prejudica sua marca no Google 

O Google se tornou o gigante que é hoje ao fornecer uma experiência de busca incomparável a outros similares.

Você já deve ter feito uma pesquisa na ferramenta e obteve como resultado sites diferentes mas com o mesmo texto. Isso chega a ser desagradável e frustrante, especialmente se o conteúdo for de má qualidade.

Para evitar esse problema, o Google penaliza as páginas com conteúdo duplicado, jogando esses sites para baixo nos resultados das pesquisas.

Essa, então, se torna uma preocupação a mais aos que trabalham com estratégias de White Hat SEO, que dão ênfase à produção de conteúdo original.

O que pode levar à duplicidade de conteúdo? 

Nem toda cópia de conteúdo ocorre de forma voluntária.

  • No caso do site possuir páginas de conteúdo idênticas às de visualização, tanto na tela quanto para impressão, o Google indexa ambas as versões.
  • O uso de temas similares, com o mesmo rodapé e textos institucionais iguais, em todas as páginas de um site, também estão entre os motivos involuntários de duplicidade.
  • Assim como quando há duas versões do mesmo site, o servidor entende ambas como uma só e realiza o redirecionamento permanente de um a outro.

Bacana, eu não tenho esses problemas. E produzo conteúdo original para a minha estratégia de marketing de conteúdo. Mas e se alguém copiá-lo? 

A má notícia é que, sim, isso é possível e até mesmo é provável que ocorra.

Além da questão de maus profissionais que copiam sem citar fontes, há ainda aqueles que buscando rentabilizar sua operação através de publicidade com robôs, conhecidos como scrapers.

Esses robôs leem milhares de conteúdo na internet por temas específicos e rapidamente montam páginas sobre o assunto com intuito de melhorar posições nas buscas e obter lucro.

Se seu projeto de SEO é de qualidade e obedece às práticas recomendadas pelo Google, com conteúdo original e de qualidade, suas chances de problemas são mínimas.

O algoritmo que regula os resultados mostrados em cada pesquisa é atualizado constantemente e busca sempre mostrar o conteúdo original em posições acima das cópias. Uma das formas para isso é considerar a data de indexação.

Ou seja: quanto mais antiga publicação, maiores as chances de ser original. porém, infelizmente, há a possibilidade de plágios.

Como saber se o conteúdo do blog está sendo copiado?  

Elementar, meu caro padawan.

Copie um trecho de seu conteúdo e faça uma busca no Google, utilizando as aspas, e descubra todas as páginas que possuem o mesmo texto.

O que fazer agora? 

É possível realizar a denuncia junto ao Google, através das ferramentas para webmaster, ou mesmo entrar em contato com o dono do site e solicitar a retirada, seja por e-mail ou por telefone.

Se o seu site tiver páginas duplicadas, as alternativas são redigir novos textos ou eliminar do índice do Google as que estão com conteúdo copiado.

Isso significa que não posso usar conteúdo de terceiros em meu blog? Nem se der os créditos e link ao artigo original? 

Sim, você pode! Você já deve ter percebido em suas andanças digitais que essa á uma pratica comum e, aplicada de maneira inteligente, enriquece ainda mais suas estratégia de marketing de conteúdo.

Para não sofrer penalização por conta disso, a grande dica é utilizar a chamada CannonicalTag.  É uma linha de código simples que serve para indicar a origem do conteúdo duplicado para o Google sem que haja qualquer tipo de punição para seu blog ou site.

Fique atento à duplicidade de conteúdo: evite ser punido pelo Google e desapontar sua audiência. Alimente seu blog periodicamente com conteúdo original e de qualidade.

Essa é uma poderosa ferramenta para atrair, fidelizar e engajar clientes, criar autoridade na área de atuação e qualificar as conversões.

Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais!

Ficou alguma dúvida? Deixe um comentário! Nós vamos responder mais rápido que a Millenium Falcon!

Que a força esteja com você!

Postado por: Cento e Vinte | www.centoevinte.com.br

No Comments

Give a Reply

© Todos os Direitos Reservados à Cento e Vinte - Conversão Digital - 2017.